23.10.11

Amor: as coisas difíceis de engolir.

Não, ele não era um canalha porque traiu, ou foi-se embora sem aviso, ou não te tratava como merecias, ou preferia estar a fazer algo em qualquer lugar do que estar contigo, ou não demonstrava que gostava, ou era bruto e insensível, ou não era romântico, ou não tinha paciência para te ouvir.
Ele simplesmente não te amava.
E é isto que não entendem. É mais fácil arranjar todas as desculpas do mundo, menos aceitar a verdade.
É que quem ama mesmo está lá sempre, tem paciência, mostra, dedica-se, é fiel, tem sempre tempo para ti, mima-te, respeita-te.
E isto pode acontecer a mim, a ti, ou a quem quer que seja. O Amor não é um contrato vitalício.
Dói de caraças perceber isto, mas depois de se perceber, pode começar-se a apanhar os bocados e seguir em frente.

20 comentários:

  1. Possa, tanta verdade num só post... 2 meses decorreram e ainda não sei onde estão uns quantos (muitos) cacos. E o pior é que só teve coragem de me deixar quando se apercebeu que eu estava com uma depressão...

    ResponderExcluir
  2. linda amei o teu post... vou referi-lo no meu blog... disses-te tudo... não tenho outras palavras..

    ResponderExcluir
  3. tão certo! =)
    a verdade custa..!

    Maria

    ResponderExcluir
  4. O amor pode terminar, dizem, de um momento para o outro. Não acredito muito que eu seja das que deixam de amar sem motivo... mas o amor pode efectivamente acabar. E se assim for, resta aceitar.

    ResponderExcluir
  5. Bem, só um comentário à Anónima. Não é por mal, mas os homens, quando as coisas já não estão grande coisa, tendem a afastar-se quando estão perante comportamentos depressivos. É uma vertente egoísta, há que dizê-lo, mas serve para nos protegermos a nós próprio. Darwin explica isso tudo.

    Quanto ao post em si, tens toda a razão. Quando se ama não se fazem certas coisas. A partir do momento em que uma dessas "asneiras" que referiste acontece, bem que podem esquecer, porque "já foram".

    ResponderExcluir
  6. É preciso ter tomates para admitir algo assim, mas muitas vezes é a realidade. As desculpas, o mascarar a verdade por vezes dói menos. O amor é uma coisa lixada, mas não deixa de ser espetacular.

    ResponderExcluir
  7. Referi o teu texto no meu blog, espero que não tem importes.

    ResponderExcluir
  8. Isso, muita verdade junta que até deu para recordar tudo! =/
    Mas já vou na fase de seguir em frente. É uma fase semelhante aos primeiros passos dos bebés, quando tropeçam lá têm de começar tudo do principio =/
    Belo post, Bom domingo***

    ResponderExcluir
  9. Podes crer, e tens toda a razão!

    ResponderExcluir
  10. Pode custar realmente ouvir essas palavras. Ver que afinal.. não passava de uma ilusão. Mas lendo o que escreveste e pensando bem.. é mesmo isso.. se ele vai sem dizer nada, se ele trai, se ele isto ou aquilo, é porque não amava verdadeiramente.
    Ainda ontem fiz um post a dizer que ele se foi embora sem me dizer nada, etc, e deparei-me com este texto. Embora difícil de "engolir", tenho que admitir que é verdade.

    ResponderExcluir
  11. Eu não acho que seja assim tão linear, esse tal "não te amava". Acho que tudo termina, mais cedo ou mais tarde. Quem deixa de amar é que nunca tem coragem de o admitir. Então só quando se farta ou aparece uma oportunidade de escapatória é que se revela.
    Eu fui deixada sim, de um dia para o outro. Mas tenho a certeza que muito antes disso, ele me amou de verdade. No final da relação é que já não sei dizer com tanta certeza...

    ResponderExcluir
  12. Não amar hoje não significa que não se tenha amado um dia. Mas o adiar ver a verdade colocando ilusões e desculpas à frente para que não vejamos o que se está mesmo a passar é muito mais doloroso para nós.
    Talvez porque não tenhamos visto os sinais, talvez por cobardia de quem não nos soube "falar, mas qualquer que seja a acção, foi a falta de amor que a originou.

    ResponderExcluir
  13. Tens toda a razao, e o pior é quando vemos isso e pessoa em questao ainda nao deu por ela, ou nao que dar, e temos que ser nós a fazer algo, porque ja não aguentamos.

    ResponderExcluir
  14. Concordo contigo.
    Para quê tantas desculpas? Acabou o amor e pronto.
    A vida, o mundo, assim como as pessoas, giram e alteram-se, por isso o amor pode acabar. A verdade doi mas a partir do momento que se assume essa verdade, penso ser mais fácil enfrentar tudo, certo?

    ResponderExcluir
  15. Nunca nada acontece na altura certa dizem, mas há sempre males que vêm por bem e nós apenas os vemos na altura menos própria.

    Seja como for, as desculpas ficam sempre bem...
    Claro que lamentar e lavar roupa suja também...

    Tudo certo, na altura certa é o que sempre se deseja...

    ResponderExcluir
  16. supostamente namorava sem ter interesse, é ai que queres chegar?

    Entao qual o motivo de namorar se nao a amava? Chego a conclusao que é canalha na mesma...

    ResponderExcluir
  17. Eu acho que há coisas mais difíceis de engolir do que isso :P

    ResponderExcluir